Veja nossas redes sociais

GAMES

Fallout 76 – informações e Trailer Oficial

Conte aos amigos!

Pasmem os senhores e senhoras, saiu no dia de hoje o trailer do não muito aguardado Fallout 76, que mostra um pouco das referências do que já era esperado, tecnologias retrô-futuristas e um pouco do ambiente que estará presente no próximo jogo da franquia.

O trailer é muito vago e estamos esperando mais trailers que mostrem mais do jogo e tudo isso colocaremos aqui nesse mesmo post, reunindo todos os trailers para você não perder nada.

Mas o que pudemos notar é que ao contrário da introdução ao Fallout 3, o teaser do Fallout 76 é ambientado em um cofre intacto, não queimado e livre de Deathclaw. Vault 76, para ser preciso. É daí que vem o nome.

76. Os jogadores aprenderam sobre isso no Fallout 3 , enquanto exploravam os sistemas de computador da Citadel. Também foi mencionado brevemente no pacote de expansão Mothership Zeta e no Fallout 4 .

De acordo com o cânone do jogo, o Vault 76 abriga 500 pessoas, e é um cofre de controle: o que quer dizer que é um dos cofres onde o VaultTec se absteve de jogar jogos mentais.

O tweet anunciando o jogo enigmaticamente diz: ” Quando a luta parou, e as consequências se instalaram …

Isso não nos diz muito, mas me leva a pensar (juntamente com o vídeo de introdução) que o jogo é definido principalmente dentro de um cofre.

É apenas um palpite, e estou completamente aberto ao fato de que estou errado, mas dado que Fallout 3 e Fallout 4 tiveram que deixar o cofre na primeira oportunidade possível, isso seria uma virada intrigante para a Bethesda.

O trailer é trilha sonora da icônica canção de John Denver, Take Me Home, Country Roads . Isso significa que o Vault 76 é baseado na Virgínia Ocidental? Quem sabe. As colinas rurais de Appalachia fariam uma boa mudança em relação aos cenários urbanos anteriores de Boston, New Vegas e Washington DC.

Outro rumor intrigante é que Fallout 76 é um jogo multiplayer-oriented. Isso não quer dizer que os usuários não possam jogar no modo single player (não sabemos de qualquer forma), mas eles devem esperar que o multiplayer seja o foco principal do jogo.

 

 A Bethesda promete mais informações durante o E3 Showcase em 10 de junho, às 18h30, horário do Pacífico. Basta dizer que estamos realmente muito animados.

Fiquem ligados aqui na Sociedade dos Nerds que estaremos trazendo novidades do game sempre que sair algo novo.

 

Fonte: https://thenextweb.com/gaming/2018/05/30/1127558/

Advertisement
Clique aqui para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GAMES

Dragon Quest XI está próximo!

Conte aos amigos!

 A outra série de RPG de mega-vendas da Square-Enix, Dragon Quest, está programada para lançar sua décima primeira edição na Europa ainda este ano.

  Originalmente lançado no Japão em 2017, demorou algum tempo para chegar a essas praias, e por uma boa razão: a Square-Enix fez alguns ajustes substanciais para o seu lançamento no Ocidente. Agora não entre em pânico, essa não é uma daquelas situações em que o conteúdo foi removido (como acontece com alguns dos títulos da Yakuza). Em vez disso, estamos recebendo uma série de melhorias.

  Primeiro, e de longe o mais impressionante, é que a versão ocidental terá dublagem para seus principais personagens e cenas. Os jogos do Dragon Quest têm a reputação de ter um excelente trabalho de voz, como o retrato rude de Ricky Grover de Yangus em Dragon Quest VIII. Eles trazem uma dimensão extra real ao já audacioso elenco de personagens. Não há dúvida de que houve alguma conversa sobre o Ocidente simplesmente não ter paciência para ler caixas de texto, mas essa é uma adição brilhante ao jogo.

  Tivemos a oportunidade de jogar duas áreas em um evento de pré-estreia recente: o início, que acontece na vila natal de Cobblestone; e através dos campos gramados até a capital de Heliodor, onde eles devem falar ao rei sobre o fato de que eles são a reencarnação de The Luminary, um herói lendário que salvou o mundo no passado.

 O mundo é maravilhoso para explorar. Esta é uma série que sempre evitou o realismo, focando-se na impressionante arte de anime, com personagens desenhados pelo criador de Dragon Ball, Akira Toriyama – ele realmente gosta de coisas com ‘Dragon’ no título, OK? É brilhante e colorido, com grande detalhe em todas as casas, lojas e ruas – grama verdejante chegando a quilômetros de distância, onde as regiões montanhosas que você pode sem dúvida viajar para mais tarde são emolduradas por um céu azul da Sega. Dá a ilusão de escala maciça e aventura sem fim.

  Após a chegada, há uma carga de sidequests que você começa a explorar as vielas e telhados de Heliodor, o poder extra do PS4, permitindo um ambiente de escala muito maior do que os títulos anteriores do Dragon Quest. Agora você pode correr para cobrir essa distância também – outra adição a esta versão ocidental, para que agora você possa viajar pela cidade e entre os vendedores de missões. Este é provavelmente outro comentário sobre a paciência dos jogadores ocidentais. Mais uma vez, é uma adição bem-vinda. Eventualmente, você visita o Rei, onde tudo começa e as aparentes 80 + horas de história do Dragon Quest XI realmente começam. Infelizmente, é também aí que termina a nossa demonstração da área de abertura.

  Nós somos então carregados em Gallopolis, um reino do deserto onde um jovem príncipe está pronto para passar sua cerimônia de maioridade, que exige que ele ganhe uma corrida de cavalos – o brilhantemente chamado ‘Sand National’, um sinal claro do excelente trabalho de localização. sendo feito para esta versão. É aqui que temos acesso a uma festa completa. Um bando de clichês tradicionais de RPG, eles podem ser – com Erik, o ladrão, Veronica, o mago negro, e Serena, a curandeira -, mas eles são um bando encantador. O mais charmoso, no entanto, é Sylvando, um artista de circo que você encontra na cidade que está destinado a se tornar um favorito dos fãs, se juntando à sua equipe logo após a corrida de cavalos.

  A corrida de cavalos em si é um minijogo bastante simples, não muito diferente da maioria dos outros eventos baseados em equinos nos jogos. Você pode estimular o cavalo, mas muito esgota sua resistência e o deixa trotar no ritmo de um caracol. O gerenciamento de medidores é fundamental, e a coleta de recargas de resistência permite que você continue correndo por um longo período. É muito simples, então, para garantir os melhores tempos, você precisa de uma linha perfeita através das recargas.

 

 É fácil soar como se você estivesse sendo depreciado ao descrever aspectos do Dragon Quest como ‘tradicionais’ ou ‘como outros jogos’. Tome o combate, por exemplo – enquanto todo jogo de Final Fantasy vive e morre na qualidade de qualquer novo estilo de combate que ele traz para a mesa, Dragon Quest concentra-se em fazer as batalhas básicas de JRPG extremamente bem. Tem mais em comum com o Final Fantasy original de 1987 do que qualquer um de seus colegas contemporâneos, mas as habilidades e feitiços que os membros do grupo aprendem dão corpo ao seu papel, e escolher o melhor grupo para o trabalho é fundamental para o sucesso nos encontros mais difíceis.

  Como nos jogos anteriores, um sistema de táticas permite que a IA assuma a maioria dos inimigos básicos enquanto você atravessa as planícies abertas. Você pode dizer a eles para lutarem de forma inteligente, imprudente ou assumirem o controle total deles, o que é útil quando se enfrenta os chefes do jogo. Tivemos a chance de enfrentar o Slayer of the Sands, um enorme animal maníaco / escorpião que exigia que todas as facetas das habilidades do time o derrubassem.

 E esses inimigos! Cada um, seja um novo design ou um clássico Dragon Quest mob, são maravilhosamente renderizados aqui no PS4. Cada um tem animações memoráveis, sejam elas atacando ou morrendo, que realmente fazem você querer ver o que o próximo faz, em vez de tentar evitar recados. Um destaque pessoal foi o retorno de Dragon Quest, o Cruelcumber, um pepino antropomórfico que acidentalmente lança sua lança para dentro de sua própria barriga quando você lhe dá o golpe final.

  Dragon Quest XI está parecendo mais uma boa entrada na série, e é ótimo ter um grande JRPG no horizonte. Ele está cheio do capricho usual do Dragon Quest, com motivos musicais e inimigos familiares dos jogos anteriores, ancorando o título na rica história da série, mas o poder do PS4 permite uma escala não possível anteriormente. Claro, já faz um tempo, mas o tempo extra no forno de localização parece ter valido a pena.

Continue lendo

GAMES

Rocket League com carros de Jurassic Park!

Conte aos amigos!

O jogo Rocket League foi um dos mais populares faz algum tempo, hoje em dia ainda é bem jogado e é divertido para chamar os amigos para pilotar carros e jogar futebol ao mesmo tempo. Caso você não saiba, a gameplay do jogo consiste em duas equipes, ambas com carros e o objetivo é empurrar uma bola gigante ao gol, igual o futebol só que você pode utilizar saltos, nitro e outros artifícios que existem nos carros.

Saiu no dia de hoje um trailer onde mostra novos carros habilitáveis para jogar com o tema “Jurassic Park”, com anúncio para estar disponível dia 18 de junho. Então baixe Rocket League na steam e vamos marcar gol ao rugido de dinossauros.

Caso queira ver uma gameplay do jogo, pode assistir abaixo uma do canal do Damiani gravado faz algum tempo pra poder se inspirar a baixar o jogo na Steam e não, não estamos sendo pagos para falar do jogo.

 

Continue lendo

GAMES

Dragon Ball Online Global está voltando!

Conte aos amigos!

Se você curte RPG e gosta de Dragon Ball, então esse jogo é pra você!

Este é um RPG de Dragon Ball, onde você pode vivenciar tudo aquilo que cresceu assistindo. A emoção inicial de criar seu personagem, saciando aquele desejo de fazer o seu próprio personagem e criar a sua história. Com um gráfico razoavelmente bom e atualmente um servidor brasileiro e o game traduzido, a jogabilidade é agradável e simples de se jogar, contando também com vários modos de jogo muito divertidos.

Resultado de imagem para Dragon Ball Online Global

Inicialmente você cria o personagem, particularmente uma das partes mais legais em si. O game se passa na terra, onde a uma sociedade muito evoluída coexistindo uns com os outros, contando com três raças diferentes, onde cada uma tem seu pedaço na terra, há dois tipos de personagem, magos e lutadores. As raças são três bem conhecidas do público:

Resultado de imagem para Dragon Ball Online Global

Humano: Os humanos seguem as habilidades dos personagens humanos no anime e também dos sayajin, com a possibilidade de se tornar Sayjin após determino nível, o cenário dos humanos é diferente do cenário das outras raças, obviante o humano  é exatamente igual a terra, com NPCs que lembram vários personagens do anime. Como as outras raças a humana conta com uma segunda parte, onde se escolhe um tipo de arma, a partir disso se tem mais skills disponíveis para se aprender.

Resultado de imagem para Dragon Ball Online Global race human

Namekuseijin: Os namekuseijin contam com um mapa muito parecido com seu planeta e esta raça não tem personagem feminino, as duas classes, mago e lutador lembram a dois personagens específicos o Piccolo lutador e Dendê Mago. Os namekuseijin tem muito mais vida que as demais raças, fazendo assim ele um ótimo tank, evitando ter que fazer partys para determinadas quests.

Majis: Basicamente criaram uma raça do Majin boo, o interessante é o feminino desta raça, ficou com um visual muito bonito, Os majis vivem basicamente num cenário de deserto, o legal dos majis é a quantidade de buffs que esta raça da, fazendo assim um ótimo suport para quests e dungeons.

Dragon Ball Online

Um ótimo modo de jogo são as timelaps, onde seu personagem é teleportado para um período histórico, período esse que se passa na historia do próprio anime, sendo assim você vive a história do anime no game e melhor, com seu próprio personagem. As quests são padrões como todo RPG e gradativamente vão ficando mais difíceis, muita das vezes forçando uma party, sendo assim o game é ótimo para se jogar com amigos, tendo vários campeonatos entre clãs com premiações e lugares específicos para se fazer seu clã.

O jogo não se baseia em “pay to win”, o dinheiro externo serve mais para estética dos personagens e pequenas coisas a mais, porém nada que atrapalhe a jogabilidade e experiência dos outros. Com roupas nostálgicas e habilidades conhecidas por todos, o game é um saco de referências. Podendo até mesmo achar as Esferas do Dragão, o game é fantástico e cumpre aquilo que promete, uma aventura no mundo de Dragon Ball.

Resultado de imagem para dragon ball online global

Resumindo bem é um game que vale muito a pena, meio esquecido pelo público e desconhecido por muitos, o jogo acabou sendo reiniciado no mês de março, logo coisas novas podem vir e tornar o jogo ainda melhor. Então corre baixar o game e convidar seus amigos, porque uma aventura no mundo de Dragon Ball te aguarda.

 

Requisitos recomendados para jogar:

  • Sistema Operacional: Windows XP/vista/7/8/10 (32 ou 64-bit exigidos);
  • Processador: Pentium 4 1.5GHz ou melhor (2.4GHz);
  • Memória: 512MB de RAM;
  • Placa de vídeo: Geforce4 Ti4200 or Radeon 8500 (Geforce 6200 ou X800) ou equivalente;
  • Armazenamento: 10 GB de espaço disponível.
  • Roda perfeitamente em PC´s mais antigos

Resultado de imagem para Baixe agora

Continue lendo

Patrocinador

Relevantes

Todos os Direitos Reservados © 2018 Sociedade Dos Nerds
Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários.

%d blogueiros gostam disto: